• De Template" style="width: 750px; height: 250px;" />

    Música

    Música

    Música Acústica, Digital, Músicos, Internet, Composições, Gente Interessante

  • De Template" style="width: 750px; height: 250px;" />

    Cognição

    Análise Crítica

    Desenvolvimento Cognitivo, Ensaios, Resenhas, Releituras, Crônica, Prosa e Poesia

  • De Template" style="width: 750px; height: 250px;" />

    Educação

    Educação

    Projetos Pedagógicos, Ciclismo, Política e Cidadania, CAS - IB

  • De Template" style="width: 750px; height: 250px;" />

    Psicologia

    Psicologia

    Ken Wilber, Autoconhecimento, Pathwork, Wilhelm Reich, Spiral Dynamics

  • De Template" style="width: 750px; height: 250px;" />

    Meditação

    Meditação

    Meditação, Espiritualidade, Integral Practice, Budismo, Shambhala

quarta-feira, 30 de dezembro de 2015

Dark water

Abide my dear dark eyed son
Let me address you, once my time with you is expiring
Soon 
the route will shift to a dim and bright frame inside your curly brain

So, hurry up
'Cause the times they are a' falling over me
And a hard rain a' gonna change you

Abide closer my dear dark eyed son
Can you stare through their masks?
Look
Gaze the dazed eyes and behind them
Are you really keen on staring through the mask of our time?

domingo, 13 de setembro de 2015

Kaleb


-  Let's start. Your name please?
- Kaleb, sir.
- Kaleb. Right. Where did you come from, Mister Kaleb?
- I came from there,sir.
- From there. Well, how do you define yourself, Mister Kaleb?
- I am just ordinary people, sir.
- OK, and what was your main subject of work in life?
- People, basically, sir.
- Might we call you Kaleb?
- Sure, that's my name sir.
- Tell us Kaleb: what was the most spectacular thing you have found in your life?

domingo, 16 de agosto de 2015

Liverpool e os Américas

O nome do CD é Sonoridades. O grupo que o gravou é o Quarteto Sonoro. A presença ostensiva do prefixo son não é uma coincidência. Com músicos de formação acadêmica, o grupo é formado por Daniel Allain (flauta transversal), Liliana Bollos (piano), Sérgio Schreiber (cello) e Fernando Corrêa (violão e arranjos). Sobre o disco, encontramos no site do grupo este relato de Corrêa: “A formação é relativamente pequena, mas é muito difícil encontrar o equilíbrio ideal. Procurei explorar os espectros sonoros de cada um dos instrumentos e dispô-los em diferentes funções”. A declaração do músico é uma boa descrição do que iremos encontrar ao explorar as suas onze faixas. (ouça o album completo aqui)

domingo, 19 de abril de 2015

Lugares e olhares


Passei algumas semanas no Chile com a Gis em janeiro. Voltarei ao assunto. Fizemos, como tem sido regra nas minhas viagens, um pequeno álbum de fotos, com aquelas que consideramos mais interessantes. Paisagens, casas, ruas e ângulos. Embora não tenha a pretensão de ser fotógrafo, pratiquei nos meus passeios à pé o tal olhar artístico, por puro divertimento. Fotografar registra e dá uma dimensão estética à experiência. Apresento aqui uma pequena coleção de álbuns de fotos selecionadas de viagens.

sexta-feira, 17 de abril de 2015

Footprints

Abaixo, uma análise do tema e do solo do Wayne Shorter na sua primeira gravação do clássico Footprints (Link para a gravação aqui). O texto fica bastante técnico em alguns momentos e deve interessar apenas músicos. Colaboraram nesta análise os colegas Alexandre Murashima, André Hemsi e André Mohor. Neste Link a partitura do tema principal.
Neste, a partitura do solo do Wayne Shorter. Enjoy!

segunda-feira, 13 de abril de 2015

The Bus


there's the bus that i drive
I carry people
they have places to go
It seems that I have to drive it
'cause nobody else can do it
but me


so i keep driving
trying to enjoy the trip
although this is not the bus i chose
this is the one that hired me

terça-feira, 30 de dezembro de 2014

Alberta

Faz três anos e pouco que cheguei do Canadá. Você envelheceu mais que três anos, me diz minha imagem no espelho. Meu desejo de salvar a humanidade miou de vez, graças a Deus. Consolidou-se o desejo de cuidar apenas do que me diz respeito, e entregar um bom serviço. Não sou mais o sujeito que sentou para meditar num idílico lago de Alberta. Nunca mais estarei com os amigos que fiz ali. Dedico este vídeo em duas partes a eles, around the world. Já vou andando. Não me esperem para o churrasco.

domingo, 26 de outubro de 2014

Apollo do Nelson

1970 - A missão Apollo 13 aborta  pouso na superfície da lua e por pouco não se despedaça na reentrada da atmosfera terrestre. O acidente ocorre devido a uma pane elétrica no sistema de ventilação do motor. O controle perdeu contato com a tripulação às 13h43 (horário de Brasília). Minutos depois, os três astronautas são resgatados com vida no Pacífico. A missão atrapalhada da Nasa é uma boa metáfora para a aventura na qual reembarca a nossa nave-nação, amaldiçoada sob a égide do 13. 

sexta-feira, 6 de junho de 2014

Samurai

Ganhei de presente o CD do meu parceiro guitarrista Alexandre Murashima. Suas composições são cheias de vigor e brasilidade jazzistica. Sua palhetada agressiva adora contrariar expectativas melódicas. Os solos são corajosos e intensos. As notas apertam-se no chorus, em tom de urgência. Suas melodias são circulares, impregnadas de anseios desconhecidos. Sua palhetada é cavada, oitavada, rasqueada. A guitarra, uma lâmina generosa. As frases (em especial as notas finais) evitam o percurso mais fácil. A atmosfera de sons celebra a liberdade, a rebeldia, a ironia, a amizade. E traz a assinatura inconfundível do Samurai; deste País longíncuo chamado Alexandre Murashima.

quinta-feira, 29 de maio de 2014

À força


Não me deixam remédio senão estar na direita. A frase encerra o artigo Direitista à Força, do Filósofo brasileiro Olavo de Carvalho, publicado no Diário do Comércio na edição de 19 de Maio.  Crucificado por ser considerado de Direita pela intelligentsia local, o escritor de um modo doloroso expressa o que sinto em relação ao país do bolsa tudo: solidão, estranhamento, desesperança, impotência. No país - orfanato de valores ausentes, escolho me alinhar ao menos pior, cujo estrago é menor. Boa leitura.

domingo, 27 de abril de 2014

Adeus Armindo


Vencido pelo câncer após um ano de batalha, Armindo Ribeiro, 75, faleceu na Santa Casa de Limeira no dia 02 de Abril. No processo da doença recebeu muito suporte e Amor de todos, família e amigos. Não obstante, Joana, a esposa, e Gis, a filha, foram, mais que todos, incansáveis. Sua dedicação o ajudou a suportar o sofrimento, em especial nas últimas semanas.